Follow @ReeParra
MAKTUB
1st Ask faq Autoria Instagram
But, I love you...

heroi-ignorad0:

Talvez a falta de amor próprio tenha me tornado alguém assim… tão dependente de ser amado, tão carente… Me sinto constantemente sozinho, vulnerável… 

Homens comportados demais não chamam atenção das mulheres. Enquanto você fica na sua, tem outro chamando atenção. Você pode chamar ele de babaca, cafajeste ou qualquer outra coisa, mas nem todos são assim. Tem o engraçado, o palhaço, o idiota, mas não pode ser exagerado. Na verdade, o homem tem que saber fazer a diferença, do jeito dele. Tem que sobressair aos demais. E ficando na sua olhando pra mesa, não é o melhor jeito. Vai lá falar com ela, escreve um recado “idiota” no guardanapo e pede pro garçom entregar, ou sente na mesa dela e finja que errou de mesa, sei lá. Seja ridículo, mas faça a diferença. É isso que elas procuram, homens diferentes. Porque igual, tem um monte
Tiago Góes (via amigodoacaso)
Esquecer não significa ignorar uma ligação ou evitar encontrar a pessoa. Esquecer é atender essa ligação e sua voz não falhar, nem gaguejar; é encontrar a pessoa e seu coração não bater mais forte, nem suas pernas tremerem. Esquecer é superar e não sentir mais nada.
Tiago Góes (via amigodoacaso)
Nem ao menos me telefone. Acabou, aprendi a viver sem ti.
— Josadak Santos (via amigodoacaso)
Amo aquilo que acrescenta, alivia, ampara e faz sorrir. Detesto indelicadeza, agressão gratuita, deboche velado e quem deixa o ambiente pesado.
Clarissa Corrêa.  (via rejeitei)
Acho que deveria ter uma regra que determinasse, que todas pessoas do mundo devessem ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida
— Prorroguei  (via florografias)
(…) Eu precisava de alguém para estar ao meu lado quando ninguém pudesse estar. Alguém que olhasse e realmente me visse. Alguém sem cantos escuros, lugares distantes, alma vazia. Eu precisava de alguém sem pressa pra levantar, alguém que gostasse de sorrir, que brigasse e perdoasse sem precisar fingir. Alguém para andar na chuva, correr descalço… Alguém para dividir as moedas, usar o mesmo casaco. Alguém para esperar, para sentar do outro lado da mesa, para bagunçar a gaveta. Eu precisava de alguém que precisasse de mim, que criasse metáforas com os meus olhos, que dissesse que adora me ver sorrir. Alguém que abaixasse os olhos com qualquer elogio, que me emudecesse com qualquer prece. Eu precisava de alguém que aceitasse minha mão, meu abraço, alguém que precisasse chegar logo onde eu estou, que se incomodasse com a minha demora. Eu precisava de alguém que mesmo sabendo quem eu sou, aprendesse a buscar todo dia um jeito novo de se doar. Alguém que transforma tristeza em beleza, que decora a vida com momentos inesquecíveis. Eu precisava de alguém que vale a pena precisar.
Cinzentos, trecho. (via sofisticou)
THEME ©